Como saber se uma imagem está com boa qualidade?

Qual a diferença entre DPI, LPI e PPI?

Hoje vou falar a respeito dos três Is… DPI, LPI e PPI. Muitas pessoas se confundem a respeito disso. E mesmo que a sua dúvida não seja relacionada a isso, com certeza você já deve ter se perguntado: qual a resolução da imagem? A imagem está em alta resolução? A imagem está em baixa resolução?

Não confundir qualidade com beleza

Esse é um ponto muito importante a ser observado. Eu escrevi alguns textos a respeito de design para iniciantes e comentei a respeito disso.
Mas explicando novamente, é comum quando as pessoas ouvem “a sua imagem está com baixa qualidade” responderem algo como “nossa, mas a imagem está tão bonita!”

Veja, a beleza de uma foto nada tem a ver com a qualidade da foto. Aqui estamos falando de RESOLUÇÃO e NÃO DE BELEZA. Portanto, sim, é bem possível que uma imagem seja linda e esteja em baixa resolução… e vice-versa.

Entendendo as diferenças

Antes de iniciarmos falando dos três Is (dpi, lpi e ppi) é importante falarmos a respeito do pixel. Basicamente, o pixel é a menor unidade, o menor ponto que pode ser representado em um monitor. Fazendo uma comparação bem simples, pegue uma letra bem pequena e observe um ponto final ou um “pingo no i”, podemos dizer que isso é pixel.

O pixel é o responsável por exibir as informações na tela. Quando imprimimos, esses pixels são convertidos em uma outra notação: a resolução.

Então quando dizemos DPI o que estamos falando é de “Dots per Inches” (pontos por polegada). Ou seja, dentro de 1 polegada quadrada, teremos tantos pontos lá dentro.

Além do DPI, temos também uma outra medida que é o PPI (Pixels per Inches). Quando nos referimos a monitores e gravadoras de filme ou chapa, um DPI vale a mesma coisa que um LPI. Ou seja, se a imagem tem 100 DPI ela vai ter 100 PPI.

Mas, quando nos referimos a impressoas laser ou jatos de tinta, existe uma grande diferença, porque essas impressoras utilizam vários pontos para construir um pixel, de forma que podemos ter diferença entre o DPI e o PPI.

E o que é o LPI?

Se você já entendeu o conceito de dpi, agora resta explicar o que vem a ser o LPI. Enquanto o DPI/PPI estão relacionados com a QUANTIDADE de pontos, o LPI está relacionado ao TAMANHO dos pontos. Via de regra, o DPI é sempre o dobro do LPI, ou seja: uma imagem com 150 LPI tem 300 DPI, uma imagem de 100 LPI terá 200 DPI, etc.

Mas porque variar o tamanho do ponto? Isso tem a ver com o tipo de impressão que você vai fazer. Não sei se você já reparou em alguns desses freezers de refrigerante ou cerveja. De longe você enxerga a imagem perfeita, mas quando chega perto você enxerga a imagem feita de vários pontinhos. O mesmo pode ocorrer com um outdoor, ou aqueles adesivos de político que são colocados nos carros durante as campanhas. Isso tudo é por conta do LPI, que dependendo do tipo de impressão faz com que os pontos sejam maiores.

Pense num jornal… o papel é bem poroso e absorve bastante a tinta. Portanto, você pode imprimir a imagem com 120 LPI, os pontos são grandes, e quando a tinta cai no papel, ele vai absorver essa tinta e os pontos acabam se ligando uns aos outros.

Se você pegar um papel off-set (vulgo papel sulfite), ele é poroso também, mas não tanto quanto o papel jornal. Assim, pode-se imprimir com 135 LPI. Os pontos também são grandes, mas menores que a impressão no papel jornal.

E por último, se você pegar o papel couchê, é um papel que não é poroso: ele absorve muito pouco a tinta, praticamente a tinta seca em cima do papel. Nesse caso, trabalhamos com 150 LPI, que dobrando gera uma imagem com 300 DPI… e os pontos são bem pequenos.

Então, apenas reforçando: dependo do tipo de material onde vai ser impresso e da distância de onde vai ser visto, o LPI pode variar também.

Mas afinal, como saber se uma imagem está com boa qualidade?

Hoje em dia, para facilitar, quando falamos de impressão em gráfica, geralmente trabalhamos com 300 DPI, considerando que iremos fazer a impressão em papel couchê, assim você não precisa ficar ajustando a resolução das imagens para cada tipo de papel.

Então, a regra básica é a seguinte: deixar as imagens com 300 dpi no TAMANHO FINAL.

Ou seja, se é uma imagem 3x4cm, tem que ter 300 dpi, se ela tem 10x15cm, tem que ter 300 dpi, se é um cartaz de 50x70cm tem que ter 300 dpi.

As únicas exceções são banners e outdoors. Nesse caso você deve conversar com quem irá produzir o material para ver como ele precisa dessa imagem. Já vi alguns casos com outdoor onde pediram a imagem com 10% do tamanho e 300 DPI, ou 20% do tamanho e 150 dpi… então é sempre uma caixinha de surpresa e depende muito do fornecedor.

E obviamente, se algum inteligentão falar algo como mandar a arte do outdoor de 9x3m com 300 dpi, já aviso que isso é impossível, o arquivo vai ficar gigantesco e inviável nesse tamanho. Então se alguém vier com esse papinho – nessas condições, bem entendido – diga que é impossivel e peça para te darem a especificação correta.

Comentários:

Esse post ainda não possui comentários. Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também:

Curso de HTML Grátis – 4

Curso de HTML Grátis – 4

Data: 23 de maio de 2018

Continuando nosso Curso de HTML Grátis – 4, vamos aprender mais algumas tags que você vai precisar para desenvolver um website. E vamos entrar um pouco também na questão de SEO (Search Engine Optimization), que é a otimização para os motores de busca, ou seja: melhorar seu site para aparecer melhor nos motores de busca....